Acupuntura

Oferecemos 4 tipos de Tratamento de Acupuntura:

  • Acupuntura Tradicional
  • Acupuntura a Laser (Laserterapia)
  • Acupuntura Auricular
  • Acupuntura Sistêmica

    Leia a seguir em detalhes o que cada tipo de acupuntura oferece e escolha a mais adequada para o teu perfil

    Acupuntura Tradicional

    Acupuntura é o conjunto de conhecimentos da medicina chinesa tradicional que visa à terapia e a cura das doenças através da aplicação de agulhas e de moxas, além de outras técnicas, como a ventosa. Esta ciência surgiu na China em plena Idade da Pedra, há aproximadamente 5.000 anos. No entanto, apesar de sua antigüidade, continua evoluindo. Com o moderno avanço tecnológico, outros instrumentos e técnicas como o ultra-som, as radiações infravermelhos, o raio laser e outros equipamentos vieram enriquecer seus recursos fisioterápicos.

    As recentes pesquisas científicas tem contribuído muito para uma maior compreensão da Acupuntura. Apesar de ser uma ciência antiga, continua sendo um campo aberto à pesquisa e a novos conhecimentos. Assim, ao longo dos anos, tem havido muita inovação relacionada com seus princípios, meridianos e pontos.

    Os conhecimentos da Acupuntura foram transmitidos de geração em geração. As recentes pesquisas demonstram que as velhas fórmulas e princípios da Acupuntura não foram ainda superados. Desse modo, aqueles que a praticam devem compenetrar-se de sua importância e estudar profundamente seus ensinamentos e diretrizes, pois somente assimilando-os, poderão contribuir para a evolução dessa antiga arte de curar.

    De acordo com a medicina chinesa, o tratamento através da acupuntura visa à normalização dos órgãos doentes. Segundo a teoria da Acupuntura, todas as estruturas do organismo se encontram originalmente em equilíbrio pela atuação das energias Yin (negativas) e Yang (positivas). Por exemplo: pelo princípio de Yin e Yang pode-se explicar os fenômenos que ocorrem nos órgãos através dos conceitos de superficial e profundo, de excesso de deficiência, de calor e frio. Desse modo, se as energias Yin e Yang estiverem em perfeita harmonia, o organismo, certamente, estará com saúde. Por outro lado, um desequilíbrio gerará a doença. A arte da Acupuntura visa, através de sua técnica e procedimentos, estimular os pontos reflexos que tenham a propriedade de restabelecer o equilíbrio, alcançando-se, assim, resultados terapêuticos.

    É difícil para a classe médica ocidental aceitar de imediato a medicina oriental em função dos fatos de ela ter se originado num outro contexto histórico-social; de ter trilhado outra via de desenvolvimento; e de basear-se em princípios e teorias difíceis de serem comprovados pelos parâmetros da medicina ocidental. Apesar da a Acupuntura produzir efeitos reais no tratamento de diversas doenças, e de seus processos terem sido esclarecidos pela pesquisa atual, ela possui características próprias que diferem, em muitos aspectos, da medicina moderna.

    Agulhas de acupuntura
    A primeira observação a este respeito, refere-se à nomenclatura. As fórmulas e conceitos da Acupuntura, sobre as doenças, são inteiramente diferentes dos conceitos da medicina moderna, pois resultam de uma experiência milenar. Conseqüentemente, muitas pessoas acreditam que a Acupuntura não satisfaz as condições exigidas pela prática científica, visto que seus processos terapêuticos não são ainda totalmente compreendidos pela ciência atual. Esse fato tornou-a vítima da incredulidade por parte de muitos profissionais que, assim, lhe negam uma atenção e pesquisa mais profundas. Em muitas sociedades, a falta de conhecimento sobre este assunto faz com que a Acupuntura seja exercida por leigos, que escapam ao controle e incorporação dos órgãos oficiais das áreas de saúde. Por causa deste panorama, muitos médicos, por temerem ser apontados como charlatões, sentem-se constrangidos em buscar um intercâmbio de conhecimentos com os acupunturistas.

    Os chineses da Idade da Pedra descobriram que o aquecimento do corpo com areia ou pedra quente aliviava as dores abdominais e articulares. Essa foi a origem da moxa.

    Em várias partes da China foram encontrados Zhem Shih – agulhas de pedra – que datam da Idade da pedra. Essas agulhas diferem das de costura e, por terem sido encontradas juntamente com outros instrumentos de cura, presume-se que a Acupuntura já era conhecida e praticada naquela época.

    Não há documentos que indiquem precisamente como foi o desenvolvimento inicial da Acupuntura, mas sabe-se que, desde tempos remotos, esta era uma arte muito difundida entre os chineses.

    A evolução da humanidade trouxe o aperfeiçoamento dessa técnica. No início as agulhas eram de pedra; hoje são de ligas de prata, de ouro ou aço inoxidável.

    Também houve desenvolvimento no uso da moxa, que da utilização de plantas passou para o infravermelho, ultra-som, corrente elétrica e raio laser.

    Historicamente houve também uma expansão geográfica da Acupuntura que da China, se difundiu por todo o Oriente (por exemplo, durante a Dinastia Tang, 400 d. C., ela chegou ao Japão) e, mais recentemente, por todo o mundo.

    Atualmente, com o auxílio da moderna tecnologia, estão sendo feitas muitas pesquisas sobe a função e o mecanismo de ação da Acupuntura.

    Laserterapia – Explicação Clinica
    Acupuntura a laser

    Equipamento de acupuntura a laser
    A Laser-terapia oferece maior chance terapêutica para parar com zumbindo, oferecendo o melhor tratamento terapêutico de zumbido e perda auditiva, uma vez que o seu efeito ocorre ao nível celular empregando a capacidade própria natural do corpo para a cura abrangendo os níveis de nervos e DNA. Ela desperta a capacidade cicatricial do corpo diretamente para o sitio terapêutico.

    As células danificadas precisam de ajuda oriunda da absorção de fóton de laser com:

    1. Intensidade moderada para alcançar células;
    2. Feixe de emissão de laser suficiente para cobrir o alvo terapêutico;
    3. Suficiente entrega de dose de laser.
    Laser-terapia, também conhecido como Baixo Nível Laser-Teraptico (Low Level Laser Therapy, LLLT). Terapia-Suave (Soft Therapy) ou Foto-Bioterapia é explicada da seguinte forma: (figura 1) O centro de um átomo é o núcleo. O núcleo é constituído de prótons e nêutrons. Os elétrons circundam o núcleo e movem na sua órbita liberando a energia. A energia liberada é conhecida como prótons. Toda vida no planeta é dependente da energia da luz (fótons) derivado do sol. A energia está em um processo de fotossíntese para criar glicose e oxigênio. Fóton aciona uma grande quantidade de mudanças celulares chamado de foto-dissimulação.

    O verdadeiro poder cicatricial do laser-terapia está no controlado direcionamento da luz laser para partes do corpo quando e onde são necessárias. Ela possui a capacidade de concentrar o fluxo de prótons numa seqüência ordenada. Os fótons estruturados, ao seguir os mesmos caminhos vão desencadear uma notável mudança na pele e no tecido abaixo. O laser de baixa energia foi elaborado para penetrar densamente para dentro do tecido sem causar calor ou danos. Este fato promove o aumento do poder curativo próprio.

    A energia do laser-terapia (prótons) que normaliza enzimas danificados são molecular que acelera as reações químicas dos tecidos sãs, enquanto que as células danificadas que necessitam de ajuda absorvem somente os fótons.

    Substitui as agulhas de acupuntura sem qualquer risco de transmissão de evebtual doença infecto-contagiosa.

    Efeitos terapêuticos:

    Analgésico
    Antiinflamatório
    Cicatrizante
    Circulatório
    Materia da Revista Saúde (Fevereiro 2010)
    Uma dor nas costas pode ser apagada cinco minutos depois de o paciente se submeter a um raio de luz. Nada de mágica ou ficção científica. O laser de baixa potência è uma arma promissora contras as crises que afligem a coluna,como sustentam os experimentos conduzidos pelo grupo do professor Rodrigo Martins, do Instituto de ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo.Ele assina, ao lado de experts de outros países, uma revisão de estudos que avaliaram, no total,820 pessoas. No trabalho, publicado na revista médica The Lancet, o time conclui que a laserterapia é eficaz para a dor cervical, aquela que dá o bote bem na altura do pescoço. ”O laser pode ser indicado nos quadros crônicos, tanto para a dor cervical quanto para dor lombar”, afirma Martins.

    Antes, é preciso lembrar que qualquer dor nas costas exige investigação. ”As causas são múltiplas: má postura, desgaste nas articulações, hérnias de disco”, já avisa o ortopedista Elcio Landim, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, em São Paulo. Às vezes o endereço do problema nem é a própria coluna. No entanto, quando a tortura mora mesmo ali, muita gente encara um desconforto persistente. É que, como consequência, a musculatura local passa a hospedar uma inflamação constante.

    Esse fenômeno, que semeia a agonia, é o alvo do raio laser. ”Após ser absorvida pelo organismo, a luz inibe a produção de substâncias inflamatórias que sensibilizam a região à dor”, explica Martins. ”Ela também retardaria a fadiga muscular, melhorando o aporte de sangue”. Assim, os músculos que amparam a coluna permanecem mais resistentes. A grande vantagem, porém, reside em outro ponto.” Quando administrado em dose adequada, o laser não surte efeitos adversos” , diz o professor. Se pensarmos em dores crônicas, isso significa uma revolução. Afinal, o uso contínuo de drogas anti-inflamatórias oferece riscos ao estômago, ao fígado e aos rins.

    O paciente passaria por entre seis e 12 sessões, de acordo coma intensidade do problema. Cada uma dura de dez a 30 minutos. O laser não aquece a pele nem a machuca. No fim do tratamento – que não dispensa a identificação e a correção da causa da dor –, o suplício tende a ceder.” O laser não irá reverter uma hérnia de disco, mais pode controlar uma dor por vezes incapacitante”, exemplifica o pesquisador. No Brasil ainda não há uma legislação específica para laserterapia ,mas já existem diretrizes internacionais que orientam as aplicações. Martins defende que o método, já disponível em algumas clínicas particulares, deveria ser adotado pelo sistema público de saúde, uma vez que também pouparia milhões de reais aos cofres do país.

    Revista Saúde Nº:321 (Fevereiro 2010)

    AURICULAR

    A orelha apresenta um certo números de pontos específicos que correspondem a determinados órgãos do corpo humano. Nesta imagem simplificada da acupuntura, a orelha funciona como importante área de diagnóstico, feito com base em uma técnica que surgiu na China.

    A orelha é ricamente dotada de nervos e vasos sanguíneos. Seus pontos acupunturais correspondem a junções de níveis energéticos e a nódulos nervosos que, uma vez manipulados, permitem a regularização e equilíbrio dos órgãos ou funções alteradas.

    Para o estímulo destes pontos podem ser usadas agulhas, esferas, sementes e laser.

    SISTEMICA

    Acupuntura Sistêmica é aquela que atua diretamente nos meridianos ou "canais de energia" específicos situados ao longo do corpo humano, reeducando e harmonizando as energias "mal canalizadas" e normalizando o fluxo energético do indivíduo, pois na instalação de patologias, ocorrem desordens físicas e/ou emocionais favorecendo uma desarmonia aguda ou crônica nestes canais de energia. Mostra-se eficaz em vários tipos de tratamento.

  • 

    Agende já teu tratamento


    Ligue ou mande e-mail para nós. Nossa amigável recepção ira atender teu pedido com total dedicação.


    Horário de atendimento
    Segunda a sexta-feira: 8:00 às 12:00 e 14:00 às 19:00
    Sábado: 8:00 às 12:00
    Domingo e feriados: Fechado

      Clínica Acupuntura Tai 2019